Advogados trabalhistas para abrir processo contra atual empresa (Jardim Brasília (Zona Leste) - São Paulo)

Quer conseguir os datos de contacto de Fernanda?

ferxxxxxxxxxxxxxx@xxxxx.xxx

(11) 9xxxx-xxxx

CONTACTAR COM FERNANDA

Custo: 193 161 cronos

Cronos: crédito cronoshare

Tipo: Consultoria - Advogados

Solicitado por Fernanda em 03585-150 Jardim Brasília (Zona Leste) - São Paulo (São Paulo)
ID tarefa: 439323 | Quer ter acesso aos trabalhos de Advogado trabalhista?

Descrição

A atual empresa que trabalho está atrasando o salário a mais de um ano, não deposita o fgts, descontado em folha, nem o inss. Trabalho a 4 anos e 4 meses em carteira assinada, porém fiquei 6 meses trabalhando sem registro. Eles não dão satisfação e não se mostram interessados em resolver a situação de forma amigável.


  • Áreas que o cliente precisará ajuda: trabalhista, cível, família / divórcio, criminal, fiscal, etc.
  •    Trabalhista
  • Tipo de serviço: consultoria, representação, apresentação de queixas, processo aberto, etc.
  •    Abrir processo contra a atual empresa
  • Algum detalhe a mais que o profissional deveria saber?
  •    Atraso de salário, atraso fgts e inss
  • Quando o serviço começará?
  •    Nos próximos dias

Preferência para o serviço: Relação qualidade/preço

Lugar: Jardim Brasília (Zona Leste) - Código postal: 03585-150, São Paulo (Estado: São Paulo)

Quer conseguir os datos de contacto de Fernanda?

ferxxxxxxxxxxxxxx@xxxxx.xxx

(11) 9xxxx-xxxx

CONTACTAR COM FERNANDA

Custo: 193 161 cronos

Cronos: crédito cronoshare
Serviços similares de Consultoria - Advogado trabalhista

Advogado trabalhista para consultoria

Publicado o 14-1-2019 em São Paulo (São Paulo)

Trabalhei em 2016 por 3 meses (estágio) em uma empresa e recebi uma oferta de trabalho para voltar a empresa após um ano, na qual aceitei e iniciei em out-2010. Esta oferta contemplava, além das condições salariais, duas bonificações referentes a (1) reembolso de anualidade da faculdade e (2) ajuda de custo para mudança. Ambas em dólar. Internamente, esta bonificação é considerada pela empresa como um "empréstimo", que é perdoado pro-rata por 2 anos. Caso eu saia da empresa antes deste período, estima-se que eu tenha que pagar o respectivo montante que falta a ser perdoado. Mensalmente são calculados juros sobre o valor total de 1% mais correção de igpm. Gostaria de saber a real validade deste "empréstimo" -- a empresa realmente pode me cobrar isso? Em nenhum momento apareceu no meu holerite como bonificação e ele não consta no meu contrato de trabalho (o único documento que fala sobre esta bonificação é a minha carta-oferta). Grato.

Advogados trabalhistas para apresentação de queixas

Publicado o 8-1-2019 em São Paulo (São Paulo)

Prezados, bom dia! Fiquei na empresa no período de 13/04/2017 até 20/12/2018, data em que solicitei minha demissão. No período de 13/04/2017 até 01/08/2018 estava em contrato de estágio (09:00 às 16:00), porém, a empresa me obrigava a realizar o horário das 08:30 às 17:30. No período de 13/04/2017 à janeiro/2018, fiz os trabalhos pertinentes ao cargo, porém, no período de janeiro/2018 à 01/08/2018, devido a saída de um dos gerentes comerciais, assumi a função do mesmo. Nesse período éramos em 3 (2 gerentes comerciais e eu como estagiário, mas atuando como gerente comercial. A única diferença (r$) foi a comissão que a diretoria me proporcionou pelas operações financeiras e clientes que eu fosse trazendo para a empresa, ou seja, exercia a mesma função dos 2 gerentes comerciais, mas sendo estagiário. Em 01/08/2018, após o término da minha graduação, eles realizaram minha efetivação, porém para o cargo de analista financeiro para outra área da instituição. Aceitei a oferta, pois dependia do emprego para pagar minhas contas. Diante desses ocorridos, fui em busca de uma nova oportunidade no mercado onde consegui em 20/12/2018, data em que solicitei desligamento. No período em que fiquei como estagiário, recebia apenas a bolsa auxilio, sem nenhum benefício. Além disso, a empresa solicitava que eu realizasse as marcações de ponto, mas não me deixava assinar. Obs.: no período de janeiro/2018 à 01/08/2018, tenho todos os relatórios, mensais, das marcações de pontos. No período de 13/04 /2017, tenho todos os e-mails que eram enviados por mim no horário das 08:30 e 17:30, assim como e-mails solicitando autorização de saída antecipada (17:00, por exemplo) devido a consultas médicas, assim como solicitando autorização para saída às 16:00 em períodos de provas da faculdade, esses dias que, por lei, deveria sair duas horas antes do meu horário contratual. Todos esses e-mails de autorizações, sempre eu informava que iria pagar essas horas, mesmo que, em tese, não devidas, e tinha o "ok"/autorização da responsável. Sobre o período em que fiquei como "gerente comercial", tenho todos os e-mails que comprovam minha atuação, inclusive e-mails com cobranças por parte da diretoria sobre produtividade. Consigo entrar com um processo contra a empresa? Quais as chances de eu ganhar? Atualmente atuo em uma empresa "parceira"! da empresa em questão. Será que, de alguma forma, a empresa me prejudicaria? Agradeço a atenção e fico no aguardo. Att. Diogo correa

Advogado trabalhista para reclamação

Publicado o 7-1-2019 em São Paulo (São Paulo)

Foi feito acordo entre o empregado e o empregador e faz um ano que esse acordo não é pago. Cheguei conversar com a minha ex patroa para resolver o meu caso, diminui até o valor do acordo para que ela consegui se me pagar e mesmo assim ela não cumpriu com os seus compromissos comigo.

Advogado trabalhista para apresentação de queixas

Publicado o 6-1-2019 em São Paulo (São Paulo)

Trabalhei 2 ano e 5 meses sem carteira fichada em nem um benefiçio.... Salario e vale sempre recebia atrasado e ele fazia deposito e transferençia mas quando eu ia sacar nada do dinheiro sempre fez isso.. E pra piora décimo e ferias atrasou a primeira parcela em fim pede pra sair mas sair perdendo meus direitos.. Tempo de casa décimo e ferias

Advogados trabalhistas para consultoria

Publicado o 5-1-2019 em São Paulo (São Paulo)

Estou a 4 meses na empresa , fui chamada na sala da coordenação , por que passei , valor errado de planos de tv , telefone e internet da empresa , eu era nova tinha minhas dificuldades e nao fui a unica que errei ai eles colocarao pressão em mim dizendo q era fraude e me pedirao para eu pedir minhas contas ou eu levarias uma justa causa , nao pedi e fiquei mais 1 mes na empresa , ai agora tive 8 faltas injustificadas e nunca assinei nenhuma advertência por falta , voltei a empresa e eles me chamatao e falarao q levei justa causa por isso , sendo q nao assinei nem sequer uma advertência em relação a faltas ! estou sendo perseguida na empresa e sofrendo pressão psicológica

Advogados trabalhistas para consultoria

Publicado o 4-1-2019 em São Paulo (São Paulo)

Pedi demissão do trabalho dia 28/12/2018 não cumpri aviso prévio e não fiz acordo! entrei lá dia 17/02/2011 meu salário na carteira era 1511,00 e recebi de recisão o valor de 1.080,00! está correto esse valor? Ainda não fui assinar os papéis irei dia 9/01

Advogado trabalhista para representação

Publicado o 4-1-2019 em São Paulo (São Paulo)

Tentei fazer um acordo para ser mandada embora, porém a empresa se recusou. Trabalho em uma empresa de call center e eles "rebaixaram" a minha carteira e a desculpa que usaram é que eu vou sair de ferias e por isso eu teria que voltar a atender os clientes via telefone. Eu fazia o fale conosco, porém eles me davam trabalhos de outra área que recebe a mais que eu e que trabalha de segunda a sexta.

Advogado trabalhista por hora para fgts retido

Publicado o 4-1-2019 em São Paulo (São Paulo)

Fui forçada a pedir demissão do emprego no ano de 2016 e o meu fgts está retido desde então sai sem direito a nada de lá, mi orientarão a procura um advogado para tentar entrar no caso para eu tentar sacar esse fundo intao estou a procura de um

Serviço Advogado trabalhista por cidade


  • Cronoshare em Catraca Livre
  • El País
  • El Mundo
  • Cadena Ser
  • ABC.es